Eu só quero saber se vamos de meias brancas!

Domingo é dia de final, e não é dia de uma final qualquer. Trata-se do maior clássico do futebol brasileiro, e para muitos, assim como para este lhe escreve, um dos maiores e mais importantes clássicos do mundo.

Não à toa, o primeiro jogo bateu, na maior emissora do país, a média de audiência do famoso 7a1 da Alemanha pra cima do Brasil na semi-final da Copa do Mundo em 2014. Esse clássico é global.

E, sendo dia de uma final deste tamanho, muita coisa além de disposições táticas e técnicas estarão em campo no domingo. Uma delas, e já famosa, será a superstição do torcedor do Palmeiras em relação ao belíssimo uniforme da equipe: as famosas meias brancas.

O fato das meias brancas “dar sorte” ao Palmeiras, foi pelo ocorrido em 93 na disputa da final do campeonato paulista do ano, título que ficou marcado como o fim da fila, e só ocorreu por uma orientação do pai de santo Robério de Ogum, que há época, era uma espécie de consultor para o então técnico Vanderlei Luxemburgo. O título chegou, e, de lá pra cá muitas coincidências com as tais aconteceram, e, em títulos importantes do clube. Inclusive nos dois últimos (na final da Copa do Brasil de 2015 contra o Santos e na simbólica final contra a Chapecoense pelo Brasileiro de 2016).

Foto: Acervo/Gazeta Press
FUTEBOL – HISTÓRIA DO PALMEIRAS – ESPORTES – ACERVO – Os jogadores do Palmeiras em pé(da esquerda para a direita): Mazinho, Roberto Carlos, César Sampaio, Tonhão, o goleiro Sérgio e Antônio Carlos – Agachados: Edmundo, Daniel Frasson, Evair, Edílson e Zinho, antes da partida contra o Corinthians, válida pela final do Campeonato Paulista de 1993 – Estádio Cícero Pompeu de Toledo(Morumbi) – São Paulo – SP – Brasil – 12/06/1993 – Foto: Acervo/Gazeta Press

Claro que as meias não interferem no resultado do jogo, e sem elas o Palmeiras fora campeão muitas outras vezes, como na Libertadores de 99, por exemplo.

jesus-950.jpg
Gabriel Jesus em ação no jogo do título do campeonato brasileiro de 2016.

Derrotas também vieram com as meias brancas, mais recentemente, na semi-final do campeonato paulista de 2017 contra a Ponte Preta na primeira partida, onde saiu derrotado por 3×0 em Campinas.

Meias Verdes também dão títulos
Jogadores do Palmeiras no centro do campo durante a disputa de pênaltis na final da Libertadores em 1999 contra o Deportivo Cali.

Esse é só mais um dos inúmeros detalhes que fazem o torcedor brincar e tirar um sarro dos adversários. Não vejo como obrigatório, mas não custa nada jogar de meias brancas novamente no domingo, né Palmeiras?

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s